Dieta ou remédios para emagrecer? Descubra o que é melhor pra você!

dieta remedio - Dieta ou remédios para emagrecer? Descubra o que é melhor pra você!

Infelizmente, o ganho excessivo de peso, chegando ao ponto da obesidade ser considerada uma epidemia no Brasil e no mundo, faz com que tenhamos dúvidas a respeito de como combater isso, dieta ou remédios para emagrecer?

Será que, no meu caso, seria aconselhável apenas seguir uma dieta rigorosa? Ou, seria melhor tomar remédios pera emagrecer? Será que estou precisando, ainda, fazer alguma espécie de cirurgia?

De fato, são dúvidas que podem fazer com que tomemos alguma decisão errada, e, com isso, prejudicarmos seriamente as nossas saúdes. Por isso, vou falar um pouco sobre a seguinte questão: dieta ou remédio para emagrecer? O que seria melhor?

Já se imaginou na MELHOR FORMA da sua vida, com uma SAÚDE BLINDADA e vivendo um estilo de vida SENSACIONAL?  Saiba mais!

Remédios para emagrecer – informações preliminares

Antes de qualquer coisa, é bom falar um pouco a respeito desse tipo de medicamento.

Por exemplo, entre os remédios que propiciam perda de peso, existem três grupos principais: os anorexígenos, os sacietógenos e os inibidores de absorção de gorduras.

No primeiro grupo, o dos anorexígenos, a principal característica é a inibição do apetite.

A sua principal composição é de anfetaminas, substâncias que, além de reduzirem a vontade de comer, podem causar alguns distúrbios, como hiperatividade, pupilas dilatadas, rubor, agitação, boca seca, disfunção erétil.

Não é à toa que, devido a esses e outros efeitos colaterais, especialistas só receitem anorexígenos em último caso.

Já, no segundo grupo, o dos sacietógenos, temos medicamentos que agem diretamente no estímulo à saciedade, ou seja, a sensação de satisfação, mesmo com a ingestão de poucos alimentos.

Por fim, temos o terceiro grupo, que é o dos inibidores de absorção de gorduras, conseguindo bloquear a absorção intestinal de cerca de 30% da gordura que é ingerida.

Lembrando que a ação desse medicamento se restringe a isso, não inibindo o apetite, por exemplo.

Remédios para emagrecer – quando usar?

dieta remedio 1 - Dieta ou remédios para emagrecer? Descubra o que é melhor pra você!

Nesse caso, é bem simples. Uma alimentação mais saudável e a prática de exercícios físicos não deram resultado? Então, o uso de medicamentos pode se fazer necessário.

Um bom momento para procurar um médico a fim de tomar algum remédio que seja, pode ser quando você perceber que o seu Índice de Massa Corporal (IMC) continua superior a 29,9, mesmo após dietas e exercícios físicos.

Como calcular o seu IMC? Basta dividir o seu peso em quilogramas pelo quadrado de sua altura.

A seguir, uma tabela para orientar se você está ou não dentro desses padrões estabelecidos:

Abaixo do peso – abaixo de 18,5

Normal – de 18,6 a 24,9

Sobrepeso (pré-obesidade) – de 25 a 29,9

Obesidade leve- 30 a 34,9

Obesidade moderada – 35 a 39,9

Obesidade grave ou mórbida – acima de 40

Já se imaginou na MELHOR FORMA da sua vida, com uma SAÚDE BLINDADA e vivendo um estilo de vida SENSACIONAL?  Saiba mais!

Remédios para emagrecer – reações adversas

Não é preciso dizer que todo e qualquer medicamento precisa de orientação médica, não é verdade? Mas, mesmo sob prescrição de um especialista, um remédio, invariavelmente, terá alguma espécie de efeito colateral, e é o que vamos esmiuçar agora.

Os anorexígenos, por exemplo, podem causar irritabilidade, insônia ou sono superficial, tremores e até reações ligadas a um estado de depressão.

Isso acontece devido a esse tipo de medicamento agir diretamente no sistema nervoso e cardiovascular.

Já, os sacietógenos, mesmo com reações mais leves, também possuem efeitos incômodos, como insônia ou sono superficial, agitação e irritabilidade.

Bom lembrar que a sibutramina, substância presente nesse grupo, foi proibida de ser comercializada nos EUA e na Europa, mas, no Brasil, a sua venda é liberada (mas, só de forma controlada).

E, por último, temos os inibidores de absorção de gorduras, que podem ter efeitos colaterais caso o consumo de gordura seja exagerado, ocasionando, por exemplo, fortes diarreias.

Remédios para emagrecer – por quanto tempo tomar?

dieta remedio 2 - Dieta ou remédios para emagrecer? Descubra o que é melhor pra você!

É muito importante frisar que um medicamento para emagrecer é uma forma de TRATAMENTO, e não uma maneira fácil de MANTER O PESO.

O seu uso tem que ser em curto prazo, aliado a uma alimentação balanceada e saudável com exercícios físicos moderados.

Isso faz com que, por exemplo, a pessoa não sofra co

m o temido efeito “sanfona” (engorda, emagrece).

Além disso, qualquer medicamento tomado a longo prazo pode causar dependência, algo, obviamente, não aconselhável.

Já se imaginou na MELHOR FORMA da sua vida, com uma SAÚDE BLINDADA e vivendo um estilo de vida SENSACIONAL?  Saiba mais!

Dieta x Remédios para emagrecer

Como visto cada caso é um caso, e precisa ser analisado por especialistas médicos antes de qualquer decisão tomada.

O ideal é a prática de exercícios físicos, unida a uma dieta equilibrada, pois, o corpo, em geral, só precisa disso para manter-se saudável, e num peso recomendável.

Mas, há momentos em que os remédios para emagrecer são necessários, porém, somente sob orientação médica.

Caso você opte por se automedicar, o risco será enorme, pois, além de estar talvez tomando um medicamento que será ineficaz para a sua perda de peso, ele também pode causar dependência química, gerando assim, problemas sérios.

A questão é saber qual caso se aplica especificamente a você, ao seu corpo, ao seu organismo (qual dieta, quais exercícios físicos e a sua frequência, e quais remédios para emagrecer).

De maneira bem consciente, dá para perder peso sem perder a saúde.

Já se imaginou na MELHOR FORMA da sua vida, com uma SAÚDE BLINDADA e vivendo um estilo de vida SENSACIONAL?  Saiba mais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *